Proteger é o Bicho!

Eu protejo. Proteger é o Bicho!

Em nosso dia a dia nos deparamos, com muitos bichos abandonados, em situações de risco ou maus tratos. Para nós, eles não são invisíveis e seu sofrimento também é nosso.

Enquanto não resgatamos, nosso coração não encontra a paz. Gostaríamos de salvar todos, porém, nossos espaços e recursos são limitados e sendo assim, priorizamos os casos mais graves.

Não trabalhamos com abrigo. Nossos protegidos aguardam a adoção na casa do seu protetor, em lares temporários de amigos voluntários ou em hospedagens pagas.

Proporcionamos todos os cuidados necessários, desde exames, tratamentos alopáticos e homeopáticos, cirurgias... e tudo o que mais for preciso para reestabelecer sua saúde física e emocional.

Conheça nosso protocolo, você também pode proteger e salvar vidas!

 

Assim como nós, você também pode fazer a sua parte salvando vidas indefesas!

Protocolo de Resgate

  • Resgate
  • Avaliação Veterinária
  • Higiene e Antiparasitas
  • Vacinas
  • Espaço
  • Castração
  • Divulgação
  • Escolha do adotante
  • Pós-adoção
Muito cuidado! Normalmente no momento do resgate o bicho está assustado e pode por medo ou dor, morder ou correr para locais perigosos, aumentando os riscos de atropelamentos, mordidas, brigas, etc.Animais de grande porte como cavalos por exemplo, requerem ajuda especializada e transporte especifico.
O ideal é primeiramente passar por uma consulta, com um médico veterinário. Além de avaliar o estado de saúde do seu protegido, o veterinário também estimará sua idade os próximos passos a serem dados.O Hemograma básico nos auxilia na avaliação geral da saúde do bicho, podendo ou não sinalizar a necessidade de exames mais específicos;
Com autorização do veterinário, o bicho ganha um banho, antipulgas e anticarrapatos. Também ministramos vermífugo durante 3 dias consecutivos, para garantir que fique livre de parasitas. No caso de filhotes ou animais muito fragilizados, recomendamos que a primeira dose de vermífugo seja reduzida pela metade, e normal no segundo e terceiro dia.
Logo após o vermífugo, se o bicho estiver saudável, será vacinado. Confiamos na eficiência das vacinas importadas. Se for filhote, ganhará a segunda dose, então aguardamos duas semanas e já estará pronto para o próximo passo, a castração!
Normalmente este é nosso maior desafio, não acreditamos nem trabalhamos com abrigo. Nossos protegidos aguardam pela adoção na casa do seu protetor, em lares temporários de amigos voluntários ou em hospedagens pagas. Atenção quanto à doenças transmissíveis, neste caso é necessário espaço adequado. Você pode encontrar "padrinhos" para assumir os custos mensais ou entre alguns amigos, compartilhá-los.
Para nós, a única castração garantida é a que acontece ANTES DA ADOÇÃO. Lembrando que pode-se realizar a castração à partir dos dois meses de idade, embora preferimos primeiro vacinar para depois castrar. Portanto, todos os nossos protegidos são doados 100% castrados!
Agora que seu protegido já saudável, vacinado e castrado, chegou o momento de ir em busca do seu tão sonhado lar! Fotos espontâneas, em ambiente natural, fundo limpo ou com plantas, fotógrafo na mesma altura do bicho captando seu olhar... tudo isso ajuda muito na divulgação! Faça cartazes ou posts com textos objetivos, destacando as principais características físicas e comportamentais, com o perfil de família e espaço desejado. Divulgue em seu facebook, whatsaap, em grupos, também poderá divulgar cartazes impressos em locais estratégicos.
Para encontrar o adotante ideal é necessário considerar o perfil do bicho, tamanho, temperamento, a rotina, o espaço disponível, a segurança, a disponibilidade de assumir despesas comuns como ração, vermífugos, vacinas, veterinário, além de dar carinho e atenção necessária.
É importante acompanhar a adaptação do protegido nas primeiras semanas, assim se preciso pode-se fazer alguns ajustes para que a adoção seja mesmo um sucesso, também recomendamos contato até um ano depois da adoção. Adotantes e adotados devem estar harmoniosamente felizes!